Newsletter subscribe

Destaque, Escolha do Editor, Tecnologia

O Tamanho Importa

Posted: 1 de September de 2014 at 18:00   /   by   /   comments (0)

Acredito que todos se lembram da pandemia do vírus da gripe H1N1 ocorrida em 2009 e que resultou em 203 mil mortes, decorrentes de complicações respiratórias ocasionados pela infecção pelo H1N1. No entanto, destas 203 mil mortes, somente 18.449 foram confirmadas em laboratório. Tal fato fez com que a OMS divulgasse um número inferior em 2012. Os verdadeiros números só foram revelados posteriormente, após pesquisa envolvendo mais de 60 países.

Podemos falar ainda da Escherichia Coli, também conhecida como E. Coli, pouco popular no Brasil, exceto no estado de Santa Catarina, no qual apresenta altos níveis de contaminação. Em 2011, a Alemanha foi o país com o maior número de mortes decorrentes da infecção por esta bactéria. Os sintomas apresentados por pacientes infectados com E. Coli são fortes diarréias com presença de sangue e falha dos rins, que podem, eventualmente, levar a morte. O grande desafio no tratamento da E. Coli é sua detecção precoce, uma vez que os sintomas inicias são muito parecidos com os de uma intoxicação alimentar.

Mas este contexto está próximo de ser mudado. Um grupo de pesquisadores da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, desenvolveram uma inovadora máquina de exames PCR, capaz de identificar, em menos de uma hora, uma infecção, por exemplo, de norovírus. O objetivo deste projeto é processar infecções virais e bacterianas de forma rápida e eficiente, por meio do método PCR. Esta metodologia permite que os processos de amplificação, detecção e quantificação de DNA sejam realizadas em uma única etapa, agilizando a obtenção de resultados, diminuindo o risco de contaminação da amostra e aumentando a precisão.

Batizado de Freedom 4, o mini laboratório se mostrou tão eficaz quanto as tradicionais máquinas de sequenciamento genético utilizadas na identificação de doenças. E o mais impressionante, o equipamento é menor que uma caixa de sapatos. Além disso, a Freedom 4 possui com uma bateria interna que permite seu funcionamento por até 6 horas.

freedom4a

Com este equipamento, desde hospitais em grandes centros urbanos a atendimento em regiões remotas, médicos e veterinários poderão agilizar diagnósticos e guiar tratamentos de forma rápida e precisa, salvando milhares de vidas. E tudo isto está próximo de acontecer, após seis anos de pesquisas, a Universidade de Otago passa agora seu projeto para a fase final, que é a produção comercial deste mini laboratório portátil.

freedom4

Além deste projeto, ligada a Universidade de Oxford na Inglaterra, uma companhia está testando um protótipo de uma máquina de sequenciamento genético tão pequena quanto um pendrive e que poderá ser utilizada em qualquer notebook. Este protótipo consegue fazer pequenos sequenciamentos sem muito esforço. Seu custo estimado é de U$900, mas ainda não há nada concreto quanto ao preço ou data de lançamento, apesar de ser esperado para o fim de 2014.

Comentários

comentarios

About Guilherme Reis

Idealizador do Projeto Lighted Lamp. Consultor no Empreenda 360 e aficcionado por inovação e por projetos que querem mudar o mundo.