Newsletter subscribe

Educação

Jovens com síndrome de Down participam de projeto gastronômico

Jovens com Síndrome de Down têm aulas de gastronomia
Posted: 31 de maio de 2017 às 09:23   /   by   /   comments (0)

Há cinco meses, o projeto Açúcar em Todos os Sentidos iniciou seu projeto gastronômico para jovens com síndrome de Down. A iniciativa mostra que qualquer um pode cozinhar. Já são 20 jovens participantes.

Essa história começou há 10 anos atrás. Nina Burkhardt, a professora de gastronomia, teve a ideia de ensinar confeitaria para portadores de deficiência visual. A professora projetou toda a sua ideia de como funcionaria o projeto, mas a instituição onde ensinava não oferecia o suporte necessário.

Ano passado, o sonho da professora se tornou realidade quando ela estava trabalhando na Faculdade Boa Viagem, no Isep, Zona Sul do Recife. “Procurei o Instituto de Cegos para uma orientação. Foi uma emoção muito grande quando me disseram que era possível”, disse Nina.

Os seis alunos, durante seis semanas, aprenderam a preparar e confeitar bolos. Maquetes foram usadas para instrui-los passo a passo no trabalho. Vendo o sucesso dos alunos, a professora buscou por novos desafios.

O grupo Down+ se juntou a professora e uma turma de 12 alunos portadores de Síndrome de Down foi formada. O resultado foi tão interessante que uma nova turma foi criada. Os alunos agora tem aulas junto com estudantes de gastronomia da Faculdade Boa Viagem, e o curso entregará certificado aos alunos.

A professora Nina acredita no potencial de seus alunos. Ela acredita que eles são capazes de fazer qualquer receita. “Não escolho nenhuma receita mais fácil, porque sei que eles conseguem fazer qualquer coisa. A única diferença está no ritmo do aprendizado. Outros alunos ajudam, mas não fazem nada no lugar deles.”

Os jovens recebem apoio dos colegas de turma. “Eles são maravilhosos, muito carinhosos. Ganho uns 50 abraços por dia. Todos são adultos e independentes e têm muito a ensinar pra gente” disse Vitória Rodrigues, de 19 anos, estudante do primeiro período de gastronomia.

O curso é gratuito. Nina formará sua próxima turma com alunos que possuem deficiência auditiva.

Comentários

comentarios

Comments (0)

write a comment

Comment
Name E-mail Website