Newsletter subscribe

Escolha do Editor, Tecnologia

Exoesqueletos para estoquistas e idosos

Lowe's equipa seus estoquistas com exoesqueletos
Posted: 17 de maio de 2017 às 13:13   /   by   /   comments (0)

Os estoquistas possuem tarefas desgastantes, como passar o dia carregando caixas e latas pesadas. Em pouco tempo, esta atividade traz danos à saúde desses funcionários. Dores nas costas, artrites, torções e outros tipos de lesões são alguns dos problemas ortopédicos que os estoquistas estão expostos. Para evitar o desgaste de seus funcionários, uma loja de construção nos EUA está equipando seus funcionários com um tipo de exoesqueleto.

Estoquistas da Lowe's são equipados com exoesqueletos

Lowe’s/Reprodução

A loja de material de construção Lowe’s equipou quatro funcionários com exoesqueletos em sua filial em Christianburg. Além de serem muito leves, estas armaduras são macias, confortáveis e aumentam a força, resistência e velocidade dos estoquistas. Elas foram desenvolvidas pelo laboratório de inovação da própria Lowe’s em parceria com o engenheiro mecânico Alan Asbeck.

“Nos últimos quatro ou cinco anos, dispositivos de assistência ao ser humano se tornaram uma área de interesse. Nossa tecnologia é diferente porque inclui elementos macios e flexíveis, e nossa abordagem é única porque colocaremos nossos protótipos em uma situação real por um longo período de tempo.” afirmou Asbeck à assessoria da universidade.

Exoesqueleto para idosos

Um grupo de cientistas da Itália e da Suíça também se dedicaram ao desenvolvimento de um exoesqueleto. Porém, este seria para idosos. O equipamento desenvolvido auxilia no equilíbrio. Ao dar um passo em falso, o exoesqueleto corrige o movimento.

Exoesqueleto desenvolvido para evitar quedas de idosos

Hillary Sanctuary/EPF

O equipamento, batizado de Órtose Pélvica Ativa (OPA), apresentou bons resultados. O estudo que descreve os testes foi publicado no dia 11 de Maio, na revista “Scientific Reports”. O estudo aconteceu em um hospital de Florença, NA Itália. A Escola Sant’Anna, na Itália, e a Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça foram as realizadora dos testes.

Em breve, após alguns aprimoramentos, o exoesqueleto será útil para evitar que os idosos sofram quedas.

De acordo com Silvestro Micera, um dos autores do artigo, outros trajes como este foram projetados para aprimorar movimentos normais de pacientes. Mas este é para eventos inesperados como uma queda.

O exoesqueleto é composto por motores e componentes de fibra de carbono, que são ajustados aos quadris e às coxas. Ele possui um sistema de sensores e computadores. O equipamento consegue detectar em tempo real possíveis desvios no padrão da caminhada e, ao detectar o desequilíbrio, as coxas do paciente são puxadas para baixo pelos motores. Assim, o quadril estabiliza e o paciente recupera o equilíbrio.

Comentários

comentarios

Comments (0)

write a comment

Comment
Name E-mail Website